ISAQUE MACHADO: Vereador sai em defesa dos moradores das comunidades São João 1 e 2

ISAQUE MACHADO: Vereador sai em defesa dos moradores das comunidades São João 1 e 2

Foto: Assessoria

Em uma ação que visa proteger os direitos dos moradores da comunidade São João 1 e 2, o vereador Isaque Machado (UB), se posicionou firmemente contra a decisão judicial que determina a desocupação das residências sem justa indenização. A justiça de Rondônia concedeu um prazo extremamente curto para que os moradores deixem suas casas, muitas das quais abrigam famílias que ali residem há mais de três décadas.
 
Machado, conhecido por sua atuação em defesa das comunidades carentes de Porto Velho, declarou que não medirá esforços para promover a defesa da população afetada. "Temos moradores que residem há mais de 30 anos e que nunca agiram de má fé. Não podemos permitir que sejam despejados de suas casas sem uma compensação justa", afirmou o vereador em um pronunciamento recente.
 
A situação na comunidade São João 1 e 2 tem gerado grande apreensão entre os moradores, que temem perder seus lares e ficarem desamparados. Muitos deles construíram suas vidas e famílias ali, investindo tempo e recursos em suas propriedades, e agora enfrentam a incerteza quanto ao futuro. A decisão judicial do TJ/RO, que não considerou uma indenização justa, foi recebida com indignação e revolta pela comunidade.
 
Isaque Machado destacou a necessidade de um diálogo urgente com as autoridades judiciais e governamentais para encontrar uma solução que não deixe essas famílias desamparadas. "Estamos falando de pessoas, de vidas. Precisamos garantir que esses moradores sejam tratados com dignidade e justiça", enfatizou.
 
Além de mobilizar apoio político e comunitário, o vereador está trabalhando para envolver organizações de direitos humanos e outras entidades que possam auxiliar na luta pela permanência ou indenização adequada dos moradores. Machado já iniciou conversas com advogados e especialistas em direito habitacional para montar uma estratégia de defesa robusta.
 
Os moradores, por sua vez, organizam manifestações e buscam apoio da sociedade civil para pressionar as autoridades a reverem a decisão. "Não queremos sair daqui sem uma solução justa. Esta é a nossa casa, a nossa vida", disse Maria, moradora da comunidade há 32 anos.
 
A comunidade São João 1 e 2 aguarda ansiosamente uma reviravolta que traga alívio e justiça para suas famílias. Enquanto isso, a atuação vigilante e comprometida do vereador Isaque Machado mantém a esperança viva entre os moradores de que seus direitos serão respeitados e protegidos.
Direito ao esquecimento
Como você avalia a gestão do prefeito Edilson Alencar em Presidente Médici?
Você acredita que pets deveriam ser permitidos em praças de alimentação?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS